Jeni Summers nua Miss Bumbum

Jeni Summers nua Miss Bumbum. Concurso abrirá duas vagas para candidatas estrangeiras. Uma portuguesa e uma eslovaca também estão no páreo. O Miss Bumbum promete inovar mais uma vez. Para a disputa de 2017, o concurso abrirá duas vagas para candidatas estrangeiras. A primeira já foi preenchida e será ocupada por Jeni Summers, uma americana de 29 anos que já foi coelhinha da “Playboy”. A outra vaga será disputada por uma portuguesa e uma eslovaca. Uma delas será escolhida pelo público no site do concurso.

Jeni já estampou capas da “Playboy” no México, Filipinas e Estados Unidos. Ela irá representar um estado do Brasil na corrida pelo título. A primeira fase do voto popular será aberta ao público na internet do dia 6 de agosto a 7 de novembro.

Fotos da Modelo Gigi Hadid nua

Fotos da Modelo Gigi Hadid nua. Gigi Hadid (Jelena Noura Hadid, Malibu, 23 de abril de 1995) é uma modelo e personalidade de televisão americana. Em dezembro de 2015, Hadid fez sua primeira aparição no desfile da Victoria’s Secret Fashion Show. Hadid estrelou o vídeo musical da canção Surfboard de Cody Simpson, lançado em 20 de dezembro de 2014. Após, também estrelou o vídeo musical da canção How Deep Is Your Love de Calvin Harris, lançado em 6 de agosto de 2015. Também estrelou no vídeo musical da canção ” Bad Blood’ de ‘Taylor Swift” e ainda em “Pillowtalk”, do cantor Zayn.

Ana paula Oliveira apresentadora e bandeirinha nua

Ana paula Oliveira apresentadora e bandeirinha nua. Ana Paula da Silva Oliveira (São Paulo, 26 de maio de 1978) é uma jornalista e empresária brasileira. Integra o quadro de arbitragem de futebol da Federação Paulista de Futebol e foi capa da revista Playboy em 2007.Nascida no bairro de São Miguel Paulista, sua paixão pela profissão começou aos quatorze anos de idade, quando acompanhava o pai, árbitro amador, em alguns torneios na região de Hortolândia, cidade da Região Metropolitana de Campinas. A jovem Ana Paula auxiliava o pai como mesária, anotando as ocorrências e os cartões na súmula. “Quatro anos depois, os jogadores pediam para que eu auxiliasse meu pai. Foi uma brincadeira que acabou dando certo”, lembra Ana, que sonhava em se tornar uma jogadora de vôlei.

Segundo ela mesma, Ana Paula sobressai pelos sentidos aguçados. Ela não se limita à visão para tomar suas decisões. A capacidade de escutar o som provocado pelo chute na bola, no momento do passe, permite-lhe concentrar sua atenção nos jogadores da frente, que recebem o lançamento. “Como consigo usar bem a audição, normalmente não me preocupo em olhar de onde a bola esta partindo”, conta ela.

Na verdade, segundo Arnaldo Cezar Coelho, comentarista esportivo da Rede Globo, a mulher tem uma visão periférica melhor, enquanto o homem enxerga mais a longa distância – fato já comprovado através de pesquisas feitas por grandes oftalmologistas. Assim, a mulher leva vantagem na função mais importante do assistente, que é marcar o impedimento. “Daí eu ter dito que se ainda apitasse preferiria ter mulheres como minhas assistentes”.

A bandeirinha ficou famosa por ser uma das primeiras auxiliares a atuar na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro e por sua beleza. Seu trabalho nos gramados rendeu a possibilidade de realizar palestras para empresas e grupos femininos e estudantes e a possibilidade de participar de inúmeros programas de televisão.

Ana Paula Oliveira começou a carreira em 1998, e, já em 2001, participou do seu primeiro jogo na Série A-1 do Campeonato Paulista. Após um próspero início de carreira (foi o grande destaque na vitória do Corinthians diante do São Paulo, por 3 a 2, na grande final do Campeonato Paulista de 2003), algumas tomadas de decisão a partir de 2006 geraram polêmica na carreira da Musa da Arbitragem Brasileira.

Algumas polêmicas mais famosas foram, a anulação de um gol do Corinthians num jogo com o Palmeiras em 2006 pelo Brasileirão; um gol que na verdade foi apenas informado pela bandeirinha e anulado pelo árbitro Cléber Abade e outra tomada de decisão a favor do Santos num clássico com o São Paulo em 2007; e dois gols mal anulados do Botafogo num jogo contra o Figueirense pela semifinal da Copa do Brasil de 2007, eliminando o time carioca da competição.

Após o jogo do Botafogo, Ana Paula Oliveira a Confederação Brasileira de Futebol entendeu que ela precisa ficar afastada por 15 dias dos gramados. Aproveitando o assédio da revista Playboy desde 2003 e o interesse do público, resolveu posar nua para a revista Playboy do Brasil, sendo considerado um dos melhores ensaios do ano. Devido sua agenda de compromissos com a revista não conseguiu treinar e na ânsia de voltar aos gramados acabou se lesionando com uma fratura na tíbia em ambas as pernas, não conseguindo passar no teste físico, na qual foi praticamente obrigada a correr, apesar de ter apresentado os atestados médicos aos responsáveis. Isso porque consta que o árbitro uma vez sendo FIFA, ele não é obrigado a correr lesionada. Mediante isso, Ana Paula Oliveira perde o seu escudo FIFA. Em novembro de 2009, participou do reality show A Fazenda 2, da Rede Record, e foi a primeira participante eliminada. Após sair do programa, Ana Paula passou a ser repórter do programa Esporte Fantástico e integra o time de comentaristas esportivos da Rede Record, comentando partidas de futebol.

Em 2011, voltou para a quarta edição do reality show A Fazenda, onde disputou com Franciely Freduzeski e Monique Evans a chance de retornar ao programa, perdendo a vaga para Monique.

Em 2012, passou a integrar o programa esportivo Alterosa no Ataque da TV Alterosa afiliada do SBT em Minas Gerais ao lado de Jaeci Carvalho e do ex craque e deputado estadual Marques em substituição ao ex jogador Sorín.

No dia 11 de dezembro de 2012, ela foi convidada pelo goleiro Marcos, para apitar o seu jogo de despedida do futebol.