Musa da Comlurb nua

Musa da Comlurb nua. Enquanto limpa as ruas do Rio com desenvoltura, Viviane Nascimento se acostumou a ouvir não apenas as frequentes cantadas — que ela ignora solenemente ou rebate com firmeza. A carioca de 34 anos também é abordada por muitas pessoas que perguntam por que uma moça “tão bonita” trabalha como gari. Bobagem, preconceito, pensa Viviane, que tem a resposta na ponta da língua.

 

 

— Nunca tive vergonha do meu trabalho. As pessoas perguntam: mas você é tão bonita, por que trabalhar como gari? Mas o importante é trabalhar. Se tiver ir para casa de uniforme, não tenho vergonha. Me orgulho e gosto muito de ser gari — diz ela, com segurança.

Nascida em Campo Grande, na Zona Oeste, Viviane é formada como técnica em enfermagem, mas trabalha como gari há cinco anos. Ela tem feito sucesso nas redes sociais publicando fotos suas “toda trabalhada” na simpatia, com o famoso uniforme cor-de-abóbora da Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio (Comlurb).

— As pessoas pensam que gari não tem estudo. Perguntam por que não vou estudar, trabalhar em escritório, com ar-condicionado. Respondo que sou formada em enfermagem, mas sou gari porque gosto — diz a servidora pública, que pretende estudar mais para crescer profissionalmente dentro da Comlurb.