Vencedora da ‘Casa das Pimentinhas’ nua em ensaio, veja as fotos

Vencedora da ‘Casa das Pimentinhas’ nua em ensaio, veja as fotos. Vencedora do reality show “Casa das Pimentinhas”, a paulista Cris Martins, de 24 anos, será a gata da capa da revista Sexy de abril. Em um ensaio na Riviera de São Lourenço, no litoral norte de São Paulo, a gata deu “uma palhinha” do que poderá ser visto na revista.

“O ensaio está agressivo, mas nada vulgar. Tem muitas fotos do bumbum, é a parte do meu corpo que mais gosto. Além disso, é meu atributo mais elogiado”, disparou a gata.

Ela venceu pós somar o maior número de pontos nas provas durante a competição. A gata de 24 anos desbancou outras sete participantes.

Cris Martins acredita que sua sensualidade a ajudou a vencer na “Casa das Pimentinhas”, que lhe valeu o prêmio de ser capa da revista Sexy. “Acho que minha sensualidade em todas as etapas, inclusive no desfile, fez a diferença”, diz.

Marcella Rica nua Revista Mensch

Marcella Rica nua Revista Mensch. ‘Tem muito de mim alí”, disse a atriz, que é capa da ‘Mensch’ de abril, sobre o jeito sensual da personagem Jéssica de ‘A Lei do Amor’. Marcella Rica é a capa da edição de abril da revista “Mensch”. A atriz, no ar como a Jéssica de “A Lei do Amor”, fotografou para as lentes de Sergio Baia em um ensaio inspirado em Madonna. Nos cliques, ela aparece poderosa de top preto recortado e cabelos ao vento. Em entrevista à publicação, ela relembrou o início da carreira aos 13 anos no quadro “Aí, Se Liga”, do “Fantástico”, falou do apoio que recebeu da família e das dificuldades da profissão. “Foi muito importante toda a base familiar para lidar com tudo, entender o que era sólido e o que era sonho, onde eu precisava me empenhar, estudar e a ordem das coisas… Foi um processo duro, mas muito bonito até aqui. O fato de ir crescendo e as oportunidades irem surgindo aos poucos, foi muito importante. Pegar um personagem sem estar pronto para ele é difícil demais e o mercado é muito exigente. E é muito difícil entender cedo também, que a concorrência é grande e que a profissão é instável, o estudo é constante e é essencial ser ativo. Hoje tenho a produtora, corro atrás dos meus projetos… Foi bom entender a necessidade disso cedo”, falou.

 

Fotos da Panicat Wendy Tavares nua

Fotos da Panicat Wendy Tavares nua. Jovem trabalhava como modelo e decidiu ficar ‘mais gostosona’ para ser assistente de palco do programa ‘Pânico’.

Para ser a nova panicat (ela foi apresentada neste mês), Wendy Tavares precisou pegar pesado. Literalmente! A jovem teve que ganhar músculos e novas curvas. A mudança no corpo pode ser vista no “antes e depois” que ela mostra ao EGO.

“Essas foram minhas primeiras fotos de modelo quando cheguei a São Paulo, vindo de Araçatuba. Era bem magrinha… Deixei o interior e fui para a capital para modelar mesmo. Tinha 19 anos e pesava 56 quilos”, conta a morena, que hoje tem 21 anos e pesa 60 quilos.

“Fiz feiras, confraternizações e eventos por um ano e meio. Até que, no Carnaval do ano passado, um amigo me apresentou para a produção do ‘Pânico‘. Na época, a minha agência em São Paulo já estava pedindo para eu emagrecer, pois estava acima do meu peso e não conseguia trabalhos como modelo, só para fitness e biquíni”, relembra ela, sobre a ditadura da magreza do mundo da moda.

“Emagreci seis quilos em dez dias. Tinha 105 centímetro de bumbum e, quando sequei, fui para 96 centímetros. Fiquei muito magra e até estranha. Pesava 62 quilos e fui para 56”, conta Wendy Tavares.

Quando voltou do Carnaval de Salvador, a produção do “Pânico” ligou para a jovem, a convidando para uma gração. “Fui gravar com a Mendigata e me falaram que eu estava muito magra. Precisei voltar a encorpar… Foi aí que resolvi deixar minha vida de modelo para virar mais gostosona, mais Panicat, mais malhada”, diz.

“Comecei fazendo participações nos quadros do Bolinha. Fiquei assim por um ano e, agora, virei Panicat. Meu sonho, quando vim para São Paulo, além da carreira de modelo, também era a carreira artística. Sem sonhei em ser famosa. Sempre quis essa vida e meus pais me apoiam muito. Agora que consegui, estou feliz demais. É gratificante estar onde estou, sendo que vim do interior. Não conhecia ninguém, fui conhecendo pessoas influentes e hoje estou na mídia”, festeja Wendy, que hoje tem 60 quilos, distribuídos em 1,69 m de altura, com direito a 103 cm de bumbum e 88 cm de busto.

Fotos nua vazadas de Sue Lasmar pelada

Fotos nua vazadas de Sue Lasmar pelada. Título foi conquistado há mais de dois anos, mas, pelo que se vê nas fotos novas, continua muito atual. Ela já foi eleita o “corpo mais perfeito dos EUA“.

O título foi conquistado em dezembro de 2014 no Arnold Classic, mesmo evento que revelou o fortão Arnold Schwarzenegger para o mundo.

E pelo que se vê no mais novo ensaio de Sue Lasmar, passados mais de dois anos, a brasileira continua fazendo jus.

O novo ensaio fotográfico pra lá de quente da bela combina a sensualidade de Sue com o tônus muscular desejado por tantas mulheres.

Sue nasceu em Brasília, formou-se em Letras, Nutrição e Educação Física, mas foi morar nos Estados Unidos em 2012 e acabou descoberta por um fotógrafo, impressionado com o corpo perfeito da morena.

Desde então, a candanga escultural só vê sua popularidade crescer nas redes sociais. Só no Instagram, ela tem quase 1 milhão de seguidores, fãs que querem admirar as fotos que ela posta malhando e curtindo a vida.

E se houver alguém aí querendo se espelhar na modelo, seguem aí as medidas de Sue: 104cm de glúteo, 65cm de coxa, 67cm de cintura e 31cm de bíceps.

Gisela João partilha foto nua no duche

Gisela João partilha foto nua no duche.

O novo álbum de Gisela João e a fazer-lhe jus, a artista tirou uma selfie completamente nua no duche.

Os fãs foram apanhados de surpresa mas parecem ter achado graça à ousadia da fadista.

Nua é o segundo álbum da cantora, depois do sucesso da sua estreia com Gisela João, em 2013.

Recorde-se que, recentemente, a artista portuguesa foi elogiada pelo jornal The New York Times que referiu que Gisela João convocou “todo o espectro de paixões tempestuosas do fado”, num concerto em Manhattan, que classificou de “luminoso”.

“Desde a sua primeira canção, ‘Madrugada sem Sono’, [Gisela] João convocou todo o espectro de paixões tempestuosas do fado, de melancolia silenciosa a eruptivos, ásperos e emocionantes picos, e a dolorosa resignação. Cada uma das suas baladas era o seu próprio drama, uma excitante e assustadora viagem através de emoções sísmicas”, escreveu o crítico Jon Pareles.

O crítico lembrou uma frase de Gisela João – “Muitas pessoas pensam que o fado é triste. O fado não é triste. É intenso. É como a vida” – e disse que “o luminoso concerto”, que aconteceu no Schimmel Center, em Manhattan, no âmbito do primeiro festival de fado da cidade, “abrangeu desde angústia desesperada até leves caprichos.”